23 de jan de 2017

Crítica: The OA (SEM SPOILERS)



Olá pessoal!

É com um imenso prazer que inicio minha colaboração para o blog "Um Café e Um Livro". Fui convidado pela Thais e espero que vocês gostem  da minha coluna.


Irei abordar principalmente os temas relacionados a séries e filmes, mas também com alguns artigos sobre literatura.

Para começar, iremos falar de uma série que chegou sem muito alarde, mas vem conquistando muitos fãs. Trata-se da série original The OA.



A série, dividida em oito capítulos, foi publicada pela Netflix (Sua Linda!) no dia 16 de Dezembro, com todos os episódios disponíveis, como a produtora vem fazendo costumeiramente.

The OA fala sobre uma jovem menina chamada Praire Johnson, interpretada pela atriz Brit Marling, que desaparece misteriosamente e retorna a sua cidade natal sete anos depois. Porém, com um pequeno e estranho detalhe: A jovem era cega quando desapareceu e agora consegue enxergar normalmente.

Praire e sua mãe adotiva Nancy
Aliás, Brit Marling assina como criadora e diretora da série, mostrando os múltiplos talentos desta atriz americana de apenas 33 anos e meio desconhecida até então.

The OA aborda temas controversos como religião e espiritualismo, misturado com uma boa dose de ficção científica e drama. Mesmo abordando temas complicados o roteiro, escrito em conjunto com o roteirista e também diretor Zal Batmanglij, é muito bem focado e bem explorado pela série.

Praire era uma criança russa, que atendia pelo nome de Nina Azarov. Após sobreviver a um desastre de carro, ela fica cega e é enviada pelo pai para morar nos EUA, pois este temia que o acidente havia sido provocado por uma máfia Russa conhecida apenas como Voi.

A menina, quando criança, sofria com pesadelos que pareciam reais, incluindo um em que ela previu o desastre. Ela é adotada por uma família americana que aparentemente tinha problemas para ter filhos e seu nome é alterado.

Praire sonhava em reencontrar o pai e vivia tendo sonhos parecidos com o que ela tinha quando criança. Por desconhecimento, seus pais adotivos, o casal Abel e Nancy Johnson, resolvem iniciar um tratamento psiquiátrico, acreditando que a menina tinha problemas mentais.


Os sonhos não param e acabam desenrolando uma série de eventos os quais eu não vou contar aqui para não revelar nenhum spoiler sobre a série.

Ao retornar, curada misteriosamente da cegueira, Praire conhece alguns jovens da escola local e começa a contar sua história, revelando detalhes sobre o tempo em que ficou fora e como ela recuperou a visão.

A história é envolvente do início ao fim, trazendo questionamentos e respostas ao longo dos episódios, mas deixa sempre um ar de mistério. Tanto é que o final não responde todas as perguntas feitas ao longo da série, o que desagradou algumas pessoas. Eu particularmente gosto de séries e filmes misteriosos, do tipo que faz você ficar pensando na história por vários dias, imaginando teorias mirabolantes. Não me incomodo com roteiros que parecem não dar uma conclusão, mas sei que algumas pessoas se incomodam. Se você é desse tipo, recomendo que não assista a série.

Mas se você gosta de um bom mistério e de formular teorias, assita The OA.

É uma série que, além do fator intelectual, mexe muito com o nosso emocional. É curioso ver os cinco ajudantes de Praire, pessoas que mal se conhecem e são totalmente diferentes, sendo moldados por uma história e um objetivo em comum.

Nesto ponto, destaco que a escolha do elenco foi muito acertada, apesar de contar com nomes totalmente desconhecidos.

A qualidade da imagem é surpreendente. A originalidade é sem igual desde o primeiro episódio. E a trilha sonora é sensacional. A música tocada pela jovem Nina é atualmente meu toque de celular!

The OA recebeu críticas positivas e negativas, mas está atualmente com 8/10 no IMDB.

E então, gostaram da crítica?

Deixem seus comentários ou escrevam pra mim: natandino@gmail.com

E se quiserem conferir mais dos meus textos, vejam também minhas postagens no site do Manjaki, um site de entretenimento NERD com muito conteúdo legal. Acessem em www.manjaki.com.br

Um abraço a todos.

45 comentários:

  1. Amei sua crítica, Natan. Não assisto a série, mas está parece ótima. 😅💕

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Thais. Assiste sim que vale a pena. É muito boa!

      Excluir
  2. Olá, Natan. Tudo bem.
    Demorei um tempo para assistir essa série. Afinal, li muitos comentários positivos, mas dezenas de outros bem negativos. Comecei a assistir na semana passada e acabei gostando muito. Hoje finalizei o terceiro e acho que estou começando a ficar viciado (rsrs).
    Acredito que muitos não gostam, pois já estão acostumados com o final clássico e previsível de muitos filmes e séries de terror/suspense, onde fica tudo bem mais que esclarecido. “The AO” faz o inverso, é uma série que meio que tenta quebrar isso, além de certamente vir com outras temporadas, que certamente trarão novas pulguinhas para nossas orelhas; o que sinceramente é muito bacana.


    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Renato.
      Realmente a série gerou muitos comentários positivos e negativos. De fato, não é uma série que agrada a todos, justamente por te obrigar a pensar fora da caixa, sem contar que muitos questionamentos acabam não sendo respondidos de propósito para nos deixar com essa pulga atrás da orelha.

      Excluir
  3. Vi muitas pessoas comentando sobre essa série e fiquei curiosa, porém parece ser extremamente complicada de entender (a maioria dos comentários que vi sobre ela terminavam em ??????, hahaha). Netflix só sabe lançar coisa boa, então podeser que eu dê uma chance mais pra frente :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jéssica.
      Sim, a série gera muitos questionamentos e deixa espaço para MUITAS teorias que podem ser verdade ou não. Mas pode assistir sim que você não vai se arrepender.

      Excluir
  4. Adorei a crítica! Estou com muita vontade de conhecer a série, ela parece ser bacana

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Tenho um amigo que assistiu e não soube me dizer se gostou ou não. Na verdade, vi muitas pessoas confusas quanto a isso hahahaha. Não sou muito de ficção científica em séries, mas tem tanta gente comentando que eu devo dar uma chance, ainda mais por envolver mistério, coisa que gosto muito :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Da uma chance sim! Se você gosta de mistério vai gostar desta.

      Excluir
  6. oii
    Eu acompanho a série, mas ainda não terminei de assistir! Achei muito interessante e bem diferente do que está em alta hoje em dia. O elenco realmente é maravilhoso!
    bjs https://devaneiosdeslocados.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  7. Olá
    Comecei assisti a serie e parei no 4 episódio, e que episódios grandes em... Enfim estou achando tudo muito parado, mas meu marido falou para mim terminar de assistir que a história é realmente boa.
    Vou voltar a ver, para saber se é realmente bom ou não
    Adorei o post
    Beijuh

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um detalhe muito legal é que desde o primeiro episódio a série foge dos clichés. Um episódio de 1h e 10 minutos enquanto outro tem 40 minutos somente. Gostei dessa variação.

      Excluir
  8. Olá, tudo bem?
    Eu vejo muitas pessoas falando de "The O.A." e hoje mesmo vi uma indicação da mesma. Até então, eu nunca tinha ouvido falar dela e olha que é uma série da Netflix <3
    Enfim, eu vou procurar por ela e ver o que acho.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Oláa!! Eu ainda não vi essa série, eu sou muito desatualizada para série. Mas, pelo o que você é bem interessante. Vou fazer de tudo para começar a acompanhar. Obrigada pela indicação!

    ResponderExcluir
  10. Oi, adorei o post!! Hoje mesmo um amigo estava me atormentando para assistir essa série. Confesso que, a princípio, não estava muito curiosa. Mas, depois dessa crítica já estou reconsiderando rs
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Eu não fazia ideia da história, parece ser bem legal mesmo.
    Mas não sei se tenho paciência pra começar uma série nova hahaha acho que vou deixar a série quietinha e ver ela depois que acabar algumas acumuladas.

    Só uma dúvida, ela é meio vibe Black Mirror? Do tipo de te deixar pensando e tal?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim, na minha opinião, Black Mirror é diferente, porque envolve distopias e, por mais misterioso, acaba tendo uma conclusão em cada episódio. The OA apela muito mais para o mistério, deixando pistas a cada episódio e espaço para formulação de diversas teorias. Mas deixa você pensando, semelhante a Black Mirror. Principalmente nas questões emocionais da série, algo que é muito forte.

      Excluir
  12. Já comentaram para mim dessa série, aliás bons comentários. Como um entusiasta de tramas de sci-fi, interessei-me demais pela série. Pelo jeito é daquelas de que quanto menos soubermos, melhor. Muito boa sua resenha, só cuidado para não expor detalhes demais da trama rsrs

    Beijos e sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela dica, Vitor. Tentei expor o menos possível da série, mas vou melhorar nas próximas.

      Excluir
  13. Nossa, seu post era tudo que eu precisava, até agora só vi criticas ruins sobre The OA, então estava sem vontade nenhuma de assistir, até porq ninguém sabia explicar realmente o que acontecia na trama e dizia estar confuso sobre a história. Seu post esclareceu tudo e estou com muita vontade de ver agora. Amei!

    ResponderExcluir
  14. Ainda não assisti essa série, estava com um pouco de medo porque tem muitos comentários negativos e comparações com Lost (que era uma série que eu amava e me decepcionei muito com o final), mas vou dar uma chance a The OA, espero gostar <3

    ResponderExcluir
  15. Olá Natan, estou louca para ver essa série, mas tem tantas na frente, mas ela já está na minha listinha! Gostei da resenha, vc explicou muito bem! Tomara que sua coluna no blog faça bastante sucesso!
    Bjs: http://my1life2in3books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Nathália. Que bom que gostou. Vou dar uma conferida no seu blog. Volte sempre! :)

      Excluir
  16. Nossa essa série parece ser muito legal, eu já tinha visto falar nela, mas não tinha me interessado muito, agora vou dar uma conferida, gostei muito da premissa, adoro mistérios e elaborar teorias...

    www.livrosemretalhos.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oi eu to louca pra ver essa série,
    Já ouvir vários comentários sobre ela
    Negativo e positivos!!

    ResponderExcluir
  18. Amei a crítica e The OA estava na minha lista do netflix faz tempo. Já vi muitas pessoas falando super bem dela e vou começar a vê-la :D
    www.resenhasdelivros.com

    ResponderExcluir
  19. Gostei imenso da critica! Tenho que ver a série urgentemente 😉

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, João! Que bom que gostou. Veja sim que você não vai se arrepender.

      Excluir
  20. Oi Natan, tudo bem? :)

    Já faz um tempo que o meu irmão vem me dizendo o quanto essa série é boa e que eu deveria vê-la... mas, sua resenha que me convenceu! haha'
    Achei super interessante essa curiosidade de que a atriz é também a criadora da série: que mulher talentosa, meu Deus! *-*
    Achei super legal o modo como falou da trama sem entregar nada que pudesse estragar a experiência de quem fosse assistir! Fiquei curiosa pelo mistério que a leitura promete... acho que vou conferir <3

    Beijos! ;*
    ❤ Letras Eternas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dayane! Que bom! Dê uma chance sim, porque a série é ótima, principalmente se você curte mistério.

      Excluir
  21. Olá, tudo bem?
    Eu abandonei a série, não estava fluindo como eu imaginava, mas quem sabe não dou outra chance né?!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  22. Estava esperando ler mais coisas sobre a série, pois é aquela situação: "Tenho tantas já para acompanhar, será que vai valer acrescentar mais uma?", pois bem, irei dar uma chance! Adorei a crítica!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  23. confesso que mesmo com seu lembrete de sem spoilers nao cheguei a ler por completo porque estou muito disposto a assistir esta serie, ja assisti os primeiros capitulos e nao quero perder o suspense, a serie parece ter uma otima trama ate agora, me lembrou Strange Things deixando sempre em aberto oque quero entender esta mania de querer se matar da perosnagem kk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, tentei deixar o roteiro de fora da análise, abordando apenas alguns pontos, sem entregar a história. Veja sim!

      Excluir
  24. Ainda não tinha lido uma informação completa assim sobre a série e achei super legal. Já queria assistir e você só me faz ficar mais curiosa!!! ehehe
    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou! Espero que goste da série.

      Excluir
  25. Gostei bastante da sua crítica em relação a série AO, já assisti a série e achei incrível.♥

    ResponderExcluir
  26. Já está na minha lista, agora só falta tempo para assistir, haha! Amei a sua crítica, haha! Bjos, Blog Marinspira

    ResponderExcluir
  27. Olá! Adorei The OA, tem até uma resenha no meu blog sobre a série, e fica claro o quanto nós (autoras do Síntese Nerd) gostamos da série. Ótima resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, May.
      Obrigado pelo comentário. Vou conferir a sua resenha.

      Excluir
  28. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  29. Se eu te disser que vou fazer um post sobre essa série essa semana tu acredita? Hahaha. Depois de GOT essa foi uma das poucas séries que eu amei de paixão, descobri por acaso vagando na netflix e assiti em 3 dias. Eu gostei muito da sua crítica, Parabéns! 

    ResponderExcluir