Instagram

9 de jul de 2016

Resenha - O ar que ele respira - Brittany C. Cherry.

Olá, people, como estão? Espero que bem! 
Hoje trouxe a resenha de mais um livro, é já está virando mania dizer como os livros são lindos e maravilhoso! Mas como vocês já sabe todo esse discurso, vamos pular para a resenha!


Aqui nesse livro conhecemos Tristan Cole, que perdeu a mulher e o filho em um acidente. Tudo isso o torno um homem duro, que praticamente culpa os pais pela perda de sua família

Então ele decide se mudar para Meadows Creek, onde Elizabeth vivia antes de perder seu marido. 

Ela acaba decidindo voltar para a cidade onde morava com o falecido marido, pois a relação entre ela e a mãe é meio "estranha", pois depois que o pai morreu, a mãe dela meio que começou a sair com o primeiro que aparece.
Logo quando ela chega na cidade, acaba atropelando o cachorro do Tristan, o Zeus. E ela meio que sente que ele precisa de alguém, que ele esta em pedaços, assim como ela.
Elizabeth não consegue manter distancia dele, por mais que todos falam sobre ele ser um frio, cruel e tal. Há rumores até que Tristan tenha matado a própria família.

Ele meio que tenta fazer ela se afastar, mas não adianta. Ela continua insistindo, até que por causa da bendita cerveja, eles acabam se aproximando. E eles decidem curar suas feridas um no outro. Não entendeu nada? Pera, vou explicar.
Como Tristan quer lembrar de Jamie, ele acaba tentando imaginar ela em Elizabeth. E Elizabeth tenta imaginar Steven em Tristan. E no meio disso se passa datas bastantes importantes, para eles.
Até que eles percebe que isso não está dando certo, que isso está e machucando mais, eles decidem parar.
Do seu ex marido, Elizabeth tem Emma, sua filha, que é como uma base para ela continuar vivendo, mas Emma acaba conquistando Tristan, também!
Eu quase morri quando Emma conseguiu tirar o primeiro sorriso dele (depois da tragedia).
Como já percebemos no livro acontece muitas morte, né? Sim! E isso não é spoiler, pois já no inicio do livro isso fica bem claro.
Quando começei a ler o livro fiquei tipo: Oxê, que graça vai ter a historia, se nós já sabemos tudo isso? E foi ai que eu me enganei, o momento "êxtase" da historia não é nenhum destes pontos, e algo que eles descobriram mais da metade do livro.
O livro tem uma escrita maravilhosa! Não li o outro livro da autora, ainda! Mas pelo que eu ouvi, ele é super indicado. Merece uma chance.
Não é uma leitura cansativa e massante, a escrita da autora se desenvolve muito rápido, e com muito sentimento. E falando serio, eu me desmanchei nesse livro, não existia mas Thais, existia lágrimas, apenas isso!
Esse livro me marcou bastante, e estou morrendo de medo de demorarem para lançar os outros. Não deixa isso acontecer Deus!
Eu cheguei a pensar que iria ficar de ressaca, igual Ugly love, que até hoje não consigo falar sobre esse livro!
Bom gente é isso, espero que tenha gostado! Se você caiu aqui de paraquedas, seguir o blog, segue a gente também na página do Facebook, no Instagram, no Twitter. Que eu estou sempre por lá! <3
Amanha eu estarei aqui novamente, pois tenho que trazer o post das leituras do mês (sim, estou atrasando os post. Sorry!).

Nenhum comentário:

Postar um comentário