28 de nov de 2016

{Resenha} Doce inocência outro olhar sobre o seu. Volume 1 - Lu Muniz.

Olá, people! Como estão?
Hoje é dia de resenha. E eu irei falar de um livro que me deixou de boca aberta no fim de semana passado.
Vamos lá!
Livro: Doce inocência - outro olhar sobre o seu. Volume 1.
Autora: Lu Muniz.
Onde comprar: Amazon
Sinopse:
DOCE INOCÊNCIA é uma trilogia que trata do amadurecimento feminino – dos quatorze aos trinta e dois anos – e de todos os conflitos e emoções que permeiam esse crescimento. Francine, a protagonista, narra sua trajetória no presente, convidando o leitor a partilhar, em tempo real, suas ações, emoções e reflexões.
Nesse primeiro volume, a personagem principal é ainda muito jovem quando precisa lidar com o primeiro grande problema - aparentemente clichê - de sua vida: o amor platônico por Ivan; um homem treze anos mais velho, músico e melhor amigo de infância do seu irmão. 
Todo o seu drama pessoal na tentativa de esconder esse amor intenso, vem da relação fraternal que os une já que Ivan acompanhara o nascimento e o crescimento de uma garotinha de olhar doce e inocente e por quem sempre teve um grande sentimento de afeto e proteção. O que ele não contava, contudo, é que essa mesma menina se tornaria uma mulher que o atrairia irremediavelmente e de forma profundamente perturbadora.

Será que Francine conseguirá convencê-lo de que não é mais a mesma menininha que ele viu há quatro anos? Será que uma relação fraternal pode se transformar em amor? Será que relações familiares e preconceito de idade podem interferir em um relacionamento?
"– E quando foi que eu deixei de confiar? – cruzo meus braços e o encaro. – Eu me jogaria no escuro se soubesse que você estará lá para me pegar... 
Ivan me olha com um misto de admiração, surpresa e medo. Não entendo o seu olhar até que ele explica o que sente."
O livro conta a história de Francine, uma garota que desde cedo é apaixonada pelo melhor amigo do seu irmão. Que foi praticamente criado pela família de Francine.
O livro se inicia com a narração de uma menina de 14 anos. Onde ela sonha em um dia ter esse amor correspondido.
"Assim que abro a porta, um vento gelado corta meu rosto e joga meus cabelos para trás. Ah, Francine ! Por que você nunca se lembra de pegar um casaco ? Cresça! Você já tem quatorze anos! Suspiro alto e dou de ombros. Agora é tarde e a natureza não espera. "
Francine a essa idade, vive na esperança que Ivan volte para perto dela, e de sua família, mas tudo sempre o trás, e o leva de volta.
O livro, cheio de detalhes, e com narrativa fluida, tem uma pequena passagem de tempo.
Agora, Francine está com 18 anos, podemos dizer que ela já está uma mulher. Que nunca esqueceu seu amor de infância.
E apesar de tudo, ela parece levar isso numa boa, e encarar o fato que talvez ela nunca tenha esse amor correspondido.
Até, claro, Ivan voltar para a sua cidade natal, e desta vez, para ficar.
E a partir dai, começa o livro, verdadeiramente, pois ele não consegue disfarçar o fato que está extremamente atraído por Francine. Que não está nem aí deles, ou pelo fato dos pais dela considerar ele um filho.
O livro e super recomendado por todos que ler, e eu não poderia dizer o diferente. Amei, sinceramente, e o tipo de livro que não lia a muito tempo. Espero que todos que ler se apaixone com a escrita da autora, com os versos poéticos que enriquece a narrativa.
Muito difícil eu dá estrelas aos livros, pois a maioria das vezes eu esqueço. Mas esse, com certeza, é cinco estrelas. ⭐⭐⭐⭐⭐

5 comentários:

  1. Gostei dessa resenha, ainda não conhecia essa autora nem esse livro mas bateu uma curiosidade agora, rsrs vou colocar na minha "listinha" de livros para ler.😘

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thaís! Fico feliz que tenha se interessado pela minha história. Procura por mim lá no Facebook "Lu Muniz para Leitores" para trocarmos figurinhas. Super beijo!

      Excluir
  2. A Lu é uma fofa! Ótima pessoa e ótima escritora!
    Já amo este livro!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, sua linda! O carinho de pessoas como vc é que me empurram para frente! Bj grande!

      Excluir
  3. Corrigindo: "é que me empurra..."

    ResponderExcluir